Os prósperos espaços verdes e azuis de Barranquilla - BreatheLife2030
Atualizações de rede / Barranquilla / 2022-09-12

Os prósperos espaços verdes e azuis de Barranquilla:
Sucessos em Planejamento Urbano

A construção de espaços azuis e verdes em áreas urbanas melhora a estabilidade ambiental e a qualidade de vida dos moradores. Aqui visitamos os destaques do desenvolvimento verde de Barranquilla, como o Parque Ciénaga de Mallorquín, um passeio fluvial e um denso sistema de parques urbanos.

Barranquilla
Shape Criado com o esboço.
Tempo de leitura: 4 minutos

A cidade de Barranquilla na Colômbia é um exemplo estelar de planejamento urbano que incorpora espaços azuis e verdes para criar uma comunidade segura e bonita. Mais da metade da população mundial vive em cidades e deve chegar a sete bilhões de pessoas até 2050. Em resposta, o Fórum Econômico Mundial está colaborando com o Governo da Colômbia em uma iniciativa global que apoia governos municipais, empresas e cidadãos de todo o mundo para criar um modelo de desenvolvimento urbano em harmonia com a natureza. A iniciativa BiodiverCity engloba uma estratégia do governo local para apoiar ações e projetos de criação de infraestrutura azul e verde. Ele fornece um roteiro para conectar os cidadãos com a natureza dentro de um contexto urbano. O Fórum Econômico Mundial e os bancos de desenvolvimento estão colaborando com o governo local para reconstruir a cidade de forma a melhorar a sustentabilidade e conectar os cidadãos à natureza. A iniciativa BiodiverCities mudou a forma como Barranquilla se envolve com a inovação em governança.

Algumas décadas atrás, Barranquilla estava em falência. Tinha muito pouca renda, uma tonelada de dívidas e o erário público estava em desordem. Os projetos verdes de hoje foram integrados a um processo de transformação mais amplo da cidade que começa com a recuperação de suas finanças públicas e como a cidade faz negócios. Por exemplo, com o programa Todos Al Parque, a Prefeitura trabalha com diversas entidades público-privadas que ajudam a manter a infraestrutura do parque. Todos esses investimentos são feitos com a sustentabilidade em mente. A sustentabilidade ambiental foi priorizada e Barranquilla vinculou exclusivamente a restauração ambiental à melhoria da qualidade de vida de todos os seus cidadãos. É uma mudança na forma de pensar de uma cidade que antes não era conhecida por esses tipos de investimentos. E agora, eles estão liderando o caminho não apenas na Colômbia, mas na América Latina. Aqui estão alguns destaques dos projetos de infraestrutura azul e verde em andamento em Barranquilla.

Parque Ciénaga de Mallorquín é um ecossistema de pântanos e águas mistas com manguezais que foram transformados em um parque de espaço verde com 3.8 quilômetros de trilhas e ciclovias. Era um espaço negligenciado onde os moradores de Barranquilla não sabiam que a área existia ou ocasionalmente despejavam seu lixo. E agora, graças a esses novos investimentos, não apenas o ecossistema está se recuperando, mas também a comunidade tem um novo e vibrante espaço verde para desfrutar. Proporciona oportunidades sociais às comunidades vizinhas e as torna parte desse processo de recuperação do ecossistema e oportunidades para o ecoturismo. Até agora, 61,110 manguezais foram plantados para a restauração do projeto Mallorquín.

Gran Malecon Riverwalk – Barranquilla está situada ao longo da costa norte da Colômbia, na intersecção do Mar do Caribe com o delta do rio Magdalena. O rio Magdalena é o maior rio da Colômbia e foi responsável pela maior parte do desenvolvimento da Colômbia ao longo do século XX. A orla era fortemente industrial e agora uma seção de cinco quilômetros foi recuperada para uso público como Riverwalk. Canais e hidrovias que influenciaram o desenvolvimento de Barranquilla há um século estão novamente em transição para espaços habitáveis, recuperando a qualidade da água que há neles e tornando-os mais acessíveis para uso público. A frente ribeirinha era recentemente profundamente industrial antes deste investimento no espaço público e não havia acesso público. A percepção pública da frente ribeirinha era de que era inabitável e poluída. Como resultado dessas mudanças recentes, as percepções da comunidade estão melhorando e o rio está sendo novamente usufruído pelos moradores. O Riverwalk se tornou uma das atrações turísticas mais populares da Colômbia e mudou a percepção dos cidadãos sobre o meio ambiente.

 

"Todos Al Parque" é um programa de recuperação do parque que foi implementado em toda Barranquilla. O programa Todos Al Parque é criado por meio de uma política distrital de gestão ambiental urbana para a renovação, manutenção e financiamento de parques públicos e espaços verdes da cidade. Até agora, duzentos e cinquenta e três parques foram recuperados. Melhorou o acesso a espaços públicos de alta qualidade em toda a cidade. Os parques são de igual qualidade, não apenas nas áreas mais ricas, mas em toda a cidade impactando seus 188 bairros. Isso ajudou tangivelmente os cidadãos a ver como Barranquilla está melhorando como um todo. Noventa e três por cento dos moradores de Barranquilla estão agora a uma distância de oito minutos a pé de um dos parques. Os moradores estão vendo como o espaço público pode ser recuperado e como o investimento em infraestrutura de espaços verdes compensa. E não são apenas os aspectos ambientais que estão melhorando, os aspectos sociais, educacionais e culturais estão aumentando como resultado. Os parques oferecem locais para locais de vacinação pop-up, programas esportivos e mercados improvisados, onde os moradores podem acessar uma série de oportunidades.

 

Ser uma BiodiverCity é mais do que apenas aumentar o espaço verde, inclui também incorporar energia limpa, economia circular, melhores alternativas de transporte e mobilidade ativa. Vários projetos de infraestrutura azul e verde de grande escala já estão em andamento e outros serão inaugurados nos próximos meses. Alguns deles se concentram em projetos de infraestrutura verde ou iniciativas de transporte, mas a ideia é reconectar os cidadãos com a natureza. Seu prefeito descreve as contribuições que cidades como Barranquilla fazem preservando e conservando sua riqueza ambiental.  Este é um excelente exemplo de como preservar o meio ambiente e melhorar a saúde da comunidade por meio do investimento em infraestrutura azul e verde. As contribuições de poluentes atmosféricos colombianos são relativamente pequenas, menos de 1% das emissões totais. Portanto, olhar para o quadro maior do que as autoridades locais podem fazer no contexto latino-americano é preservar a biodiversidade. Investir nesses tipos de projetos verdes e azuis ajudou a mudar a maneira como os cidadãos latino-americanos veem o clima e como estão conectados a ele. Eles estão mais conectados ao seu entorno e à riquíssima biodiversidade da América Latina.

 

Barranquilla está colaborando com bancos de desenvolvimento, como CAF para estabelecer um esquema de governança para uma rede de cidades de biodiversidade que se estende além da Colômbia. Créditos de bancos de desenvolvimento, incluindo AFD (Agence Française de Developpement), BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), Deutsche Bank e CAF, forneceram estruturas de financiamento que são sucessos colaborativos transformadores. Eles convidam outros prefeitos e cidades não apenas na Colômbia, mas em toda a América Latina, para se juntarem a este modelo de sucesso e também se tornarem cidades de biodiversidade. Até agora, XNUMX cidades da América Latina aderiram, incluindo cidades da Argentina, Equador e Brasil. Eles estão se comprometendo a conectar os cidadãos com a natureza, cada um com seu foco. Cidades com objetivos compartilhados estão falando sobre emissões e muito mais. É uma discussão enorme e, mesmo que seja liderada principalmente por autoridades nacionais, os governos locais também podem contribuir com esses tipos de projetos. Estes projetos não só ajudam a aumentar a consciência ambiental, como também contribuem para a sustentabilidade ambiental e para uma maior qualidade de vida dos cidadãos. Planejadores urbanos e funcionários do governo podem usar esses exemplos inspiradores como demonstrações de como os espaços verdes e azuis podem ser incorporados aos projetos da cidade para criar espaços comunitários prósperos e saudáveis.